.

.
.

domingo, 15 de maio de 2016

HISTÓRIAS, QUADRADOS PEQUENOS E UM POUCO DE SUPER-HERÓIS...






















Em minha modesta opinião, leitura é um componente essencial na vida de um ser humano. Muito embora que você nunca tenha terminado um livro completo em toda a sua vida (acredite: EXISTEM pessoas que conseguem tal “façanha”...), o simples ato de abrir seu Facebook pra compartilhar bobagens na sua timeline te obriga a exercer esse hábito de importância fundamental à vida.

Eu posso dizer que sou uma pessoa de sorte: desde os seis ou sete anos de idade, aqui na minha casa, a leitura era amplamente estimulada pelos meus irmãos mais velhos, que saíam no tapa pra ver quem se atracaria primeiro com o Almanacão de Férias da Turma da Mônica. Ok, confesso que dei uma exagerada nessa representação, mas meu relato não fica muito longe do que realmente acontecia aqui em casa, na minha infância.

Com o advento da adolescência, o bully praticado pelo Cebolinha acaba meio que perdendo seus encantos, e é um passo totalmente natural e compreensível que um iniciado no hábito da leitura procure por fontes mais adequadas à sua faixa etária.
É aí que entram os quadrinhos.


Ah, saudosa época em que as crianças não tinham minúsculas telas de
tablet pra acabar com seus globos oculares... (SAUDOSISMO: OFF)

Eu leio quadrinhos de super-heróis desde a infância/pré-adolescência, e posso me orgulhar de ter passado por grandes sagas que marcaram esse ramo de entretenimento: Crise nas Infinitas Terras; A Morte do Super-Homem (que naquela época não era chamado de Superman); Guerras Secretas; toda aquela fase dos X-men, de Jim Lee; e tantas outras mais que não me recordo agora.

De histórias como Os Invisíveis, Patrulha do Destino e Homem-Animal, de Grant Morrison, surgiu meu amor pelo psicodélico, pela bizarrice e pela riqueza do reino animal, respectivamente. De obras como Orquídea Negra (Neil Gaiman), Hellblazer (Garth Ennis) e Mostro do Pântano (Alan Moore) é que veio minha paixão pela sensibilidade humana, pactos com o capeta e terror puro na veia, também respectivamente.

Com o passar do tempo, e com a (re)descoberta do maravilhoso mundo dos games, confesso (com um dedinho de pesar, admito) que me afastei um pouco desse mundo maravilhoso das HQs. Sim, minhas memórias mais recentes desse universo são muito distantes das histórias feitas pra cumprir cota e agradar minorias, que vemos aos borbotões nas bancas de revista atualmente.


Sempre que puder, dê preferência à história original.
Filmes raramente conseguem capturar a plenitude da HQ.

Não que eu tenha me afastado do hábito ler. Claro que não. Até por causa da “obrigação” da faculdade, a leitura (seja de livros didáticos ou não) é uma prática a qual eu simplesmente não posso mais me dar ao luxo de deixar de lado. E pelo simples fato de reservar 20 minutos do meu dia, antes de dormir, eu já consigo ler mais livros que a vergonhosa média brasileira, que gira em torno de três livros por ano. Mas, no tocante a histórias em quadrinhos, dei uma reduzida drástica (quase parada) nesse costume.

Se você é um leitor assíduo do blog, deve ter notado a adição de um novo site que eu comecei a acompanhar, lá no rodapé da página, na seção de blogs recomendados.
Trata-se do HQs e Comics, um blog voltado aos amantes dos quadrinhos e histórias de super-heróis no geral. Eu sei: o nome não é dos mais originais, e o layout com certeza poderia aceitar algumas dicas para melhorar um pouco o visual. Mas o blog, ativo há poucos meses, conta com textos ácidos, com bastante opinião própria e um visível amor por esse meio de entretenimento bastante obscurecido nos dias de hoje (mesmo com o não tão recente boom dos filmes de super-heróis). Layout franciscano... sem papas na língua... opiniões pessoais e amor a um entretenimento... Percebeu alguma semelhança entre este blog e o Mais Um Blog de Games? Então, se está com preguiça de rolar até o final da página, clique AQUI para ir direto ao blog.


O filme não chega a ser ruim, mas muda muita coisa sem necessidade.
E perde por não contar com a bela arte de David Loyd. Como eu disse, prefira o original...

A arte da manutenção de um blog é um ofício praticamente perdido nos dias de hoje, onde o que impera são textões super “elaborados” no Twitter e redes sociais. De fato, fica cada vez mais difícil encontrar bons exemplares da espécie, sendo que alguns deles podem ser observados em seu habitat natural, se você se der ao trabalho de visitar a minha já citada seção de blogs recomendados.

E eu fico extremamente feliz ao ver sites como Retina Desgastada, Neogamer e o Blog do Ammer resistirem ao tempo e às intempéries da rotina de se manter um conteúdo desses na internet. Esses blogs, apesar dos tropeços causados por coisas “chatas” como vida social, trabalho e estudo, conseguem desafiar as próprias leis do tempo e do espaço nerd para entregar um material de qualidade, opinião e comprometimento com seus meios de entretenimento favoritos.


Humor irresponsável, violência extrema e temas como religião e fantasia? Tô dentro!

A meu ver, o novato HQs e Comics, administrado pelo enigmático Hds, se encaixa nessa mesma categoria solene de blogs que merecem a minha e a sua atenção, e um cantinho aqui no Mais Um Blog de Games em forma de um post de divulgação.
Com muita opinião própria (que passa longe do maçante ficar “em cima do muro”), observações ácidas e texto de qualidade, o blog entra para a minha seleta lista de leituras garantidas. 
Com essa indicação, eu espero que este neófito blog consiga conquistar a atenção do mesmo tipo de público (muitas vezes silencioso) que aparece de vez em quando aqui, para prestigiar o meu blog.

E é isso, folks do Mais Um Blog de Games. Espero ter conseguido cumprir a minha missão (a de sempre indicar conteúdo de qualidade relevante para os que acompanham o site), e nos vemos no próximo post.


Au Revoir!

2 comentários:

  1. Muito legal esse blog HQs e Comics, andei lendo alguns posts inteiros e gostei do que li, boa indicação. Realmente ele parece muito com o seu blog: o visual fraco, os textos enormes cheio de opiniões pessoais, a carisma que não deixa a leitura cansativa, e até as legendas em baixo das ilustrações, kk.

    As ilustrações demonstram que você, Shadow Geisel, tem bom gosto pra HQ em - Watchmen, V for Vendetta, Preacher, sem falar nas outras que você apenas citou, só coisa boa. Porém eu vi uma que eu não conhecia: Orquídea Negra (Neil Gaiman), daí eu fui pesquisar sobre essa HQ e ela me despertou muito interesse, vou ler o quanto antes! Isso também me deixou com uma duvida, Neil Gaiman também criou a HQ Sandman que, junto com Watchmen, são de longe as minhas HQs preferidas, aí eu queria saber se você já chegou a ler Sandman, se sim o que achou ?

    Aproveitando a vibe, eu também queria deixar a minha indicação de um blog com bom conteúdo, é o blog mil.
    Link do blog na review do Sandman (caso não tenha lido): http://www.blogmil.net/2015/02/sandman-e-as-areias-do-sonhar-analise.html

    Ps.: " A leitura era amplamente estimulada pelos meus irmãos mais velhos, que saíam no tapa pra ver quem se atracaria primeiro com o Almanacão de Férias da Turma da Mônica. "
    Velho, me identifiquei na hora! kkkkkk, eu nunca tive irmãos, mas eu lembro que ficava muito feliz quando minha mãe ia fazer compras e me trazia um Almanação desses, aaaaahhhh os velhos tempos... kk

    ResponderExcluir
  2. Que bom que a indicação foi útil, Jester. É tão raro ver bons blogs sobre games, e quadrinhos então nem se fala.
    Eu conheço uma parte da obra de Sandman, sim, e ele é escrito por Neil Gaiman.
    Orquídea Negra eu só li a graphic novel mesmo, aquele com a excepcional arte de Dave McKean. Sandman eu li algumas encadernações e algumas histórias avulsas, da antiga revista que ele tinha, publicada pela editora Abril. É um material de excelente qualidade.
    Ficaram de fora do post várias histórias de grande peso nos quadrinhos, como Batman o cavaleiro das Trevas, mas eu não quis me prolongar muito, já que a ideia do post era apenas divulgar o blog. Recomendo também A Patrulha do Destino, todo o arco de histórias do Monstro do Pântano, de Allan Moore (se vc curte terror, vai adorar), Homem-Aranha 2099 é bem legal, entre outras.

    ResponderExcluir

SE FOR SPAM, DESISTA. NÃO PASSARÁ PELA MODERAÇÃO.
Pra comentar é preciso ser membro do blog. Culpe os spammers, não a mim...